Bitcoin ganha espaço entre Investidores jovens nos EUA

by: Dynasty GI2021-08-07
O Bitcoin vem ganhando força entre os investidores mais jovens dos Estados Unidos em termos de conhecimento, interesse e alocação. A constatação está em uma nova pesquisa conduzida pela empresa global de análise e consultoria Gallup.
O levantamento revela que o número de investidores nos EUA que possuem BTC saltou de 2% em 2018 para 6% em junho de 2021. A pesquisa define “investidores” como adultos com US$ 10.000 ou mais investidos em ações, títulos ou fundos de investimento.
A pesquisa também revela que os detentores de Bitcoin entre os investidores pesquisados com menos de 50 anos mais do que triplicou nos últimos três anos, de 3% em 2018 para 13% agora. Como esperado, o número é muito menor - apenas 3% - para o grupo de investidores com mais de 50 anos. Embora este número também tenha triplicado: era 1% em 2018.

Outras descobertas observadas pela pesquisa indicam que a percepção de risco associada ao Bitcoin diminuiu nos últimos três anos. Quase todos os investidores pesquisados percebem o BTC como um investimento arriscado. No entanto, a porcentagem que o considera “muito arriscado” caiu de 75% para 60%. A maioria dos 35% restantes o considera “um tanto arriscado”, enquanto apenas 5% acham que o BTC não apresenta riscos.
"O Gallup concluiu que grandes investimentos em Bitcoin por empresas conhecidas como a Tesla, Square e Morgan Stanley podem estar dando mais credibilidade ao ativo."
Os resultados da pesquisa, intitulada Índice de Otimismo do Investidor Gallup, realizada entre 22 e 29 de junho de 2021, levaram em conta as opiniões de 1.037 investidores dos EUA acima de 18 anos. A amostra do estudo foi ponderada para ser demograficamente representativa da população adulta dos EUA, e tem uma margem máxima de erro de 5%.

Compartilhe:

Mais sobre a Dynasty

D¥N News

Informações, notícias e novidades sobre o mundo cripto.

Siga a Dynasty

Contato

Av. Brg. Faria Lima, 4055
São Paulo, SP | 04538-030

A Dynasty Global não faz oferta pública no Brasil.