Cresce o número de bilionários ligados ao mercado cripto

by: Dynasty GI2022-04-19
Segundo a mais recente lista anual de bilionários do mundo listados pela revista americana Forbes, a riqueza gerada pelas criptomoedas apresentou um recorde de 19 bilionários - sete a mais do que no ano passado. Segundo a publicação, a economia criptográfica vale US$ 2 trilhões.
Os recém-chegados à lista incluem os fundadores da empresa Alchemy, de infraestrutura Web3 e os fundadores da OpenSea, que atua no segmento de tokens não fungíveis. Ela foi uma das primeiras a desenvolver esse mercado ao lançar uma plataforma ponto a ponto para os usuários criarem, comprarem e venderem tokens não fungíveis, ou NFTs.

Os três mais ricos desse mercado - Changpeng Zhao (mais conhecido por CZ), Sam Bankman-Fried e Brian Armstrong - comandam as principais exchanges de criptomoedas. Segundo a Forbes, CZ tem pelo menos 70% da Binance, a principal plataforma global de negociação de criptomoedas. Sam Bankman-Fried, de apenas 30 anos, mudou-se de Hong Kong para as Bahamas, onde dirige a exchange FTX. Brian Armstrong é o fundador e CEO da Coinbase que se pronunciou abertamente contra a legislação de criptomoedas proposta pelo Parlamento da União Europeia.

Eduardo Carvalho, fundador e CEO da Dynasty Global é um entusiasta dessa expansão conquistada pelas criptomoedas. Para ele, esse mercado é o presente e o futuro.
"Os D¥Ns, tokens de pagamentos da Dynasty com aceitação global e referência no setor imobiliário, apresentam uma proposta deflacionária. Ou seja, ao longo dos anos, essa criptomoeda não perde valor, ganha. E isso acontece devido a um mecanismo de escassez, o buy-back and burn."

Compartilhe:

Mais sobre a Dynasty

D¥N News

Informações, notícias e novidades sobre o mundo cripto.

Siga a Dynasty

Contato

Av. Brg. Faria Lima, 4055
São Paulo, SP | 04538-030

A Dynasty Global não faz oferta pública no Brasil.