Migração de executivos para o crypto é tendência também no Brasil

by: Dynasty GI2021-06-02
A ida de altos executivos do mercado financeiro para empresas especializadas em criptomoedas é uma realidade em grandes centros econômicos do mundo e agora começa a virar tendência também no Brasil. Um exemplo é a contratação do executivo Marcos Jarne, que deixou o Nubank para liderar a corretora de criptomoedas mexicana Bitso, que iniciou sua operação brasileira recentemente.
A maior predisposição de executivos como Marcos Jarne a embarcar no mercado cripto é sinal das mudanças que as criptomoedas vêm gerando na economia global.
A Bitso é a maior corretora do México, com atuação global e escritórios no Brasil e na Argentina. Em entrevista ao Portal do Bitcoin, Jarne se declarou “super confortável” com a mudança: “Sempre fui entusiasta da tecnologia Blockchain, algo que eu já tinha interesse e já estava me aproximando cada vez mais”, afirmou.
"“Esse tipo de migração para o mercado cripto deve se tornar cada vez mais frequente. Conforme crescem os negócios envolvendo criptomoedas, aumentam os valores negociados e a abrangência das criptomoedas. Mas a migração deve impactar outros setores também, não apenas o financeiro”, afirma o co-fundador e sócio da Dynasty Global Investments AG, Fábio Asdurian."
Ele e o CEO da Dynasty, Eduardo Carvalho, são exemplos dessa tendência: Asdurian atuou por vários anos no varejo com redes de lojas de calçados e acessórios esportivos, enquanto Carvalho veio para as criptomoedas do ramo de imóveis de alto padrão.

Compartilhe:

Mais sobre a Dynasty

D¥N News

Informações, notícias e novidades sobre o mundo cripto.

Siga a Dynasty

Contato

Av. Brg. Faria Lima, 4055
São Paulo, SP | 04538-030

A Dynasty Global não faz oferta pública no Brasil.